close

  • Servir a Polónia, criar a Europa, perceber o Mundo

     

  • ACTUALIDADES

  • 27 Março 2014

    No dia 26 de março foi publicado na página de internet do semanário Expresso um texto do jornalista Henrique Raposo. Na opinião da nossa Embaixada, esta publicação lamentável é prejudicial para as relações lusopolacas.

    No âmbito desta situação o Embaixador da República da Polónia em Portugal, mandou a seguinte carta para a direcção  do “Expresso“:
     

     

     

    "Como Embaixador da Polónia em Portugal, nos meus esforços no campo da diplomacia pública, tento sempre enfatizar os fortíssimos laços entre as sociedades portuguesa e polaca e tento trabalhar todos os dias a favor da imagem positiva das nossas duas nações. Foi com grande pena e surpresa que reagi ao texto "São as portuguesas mais feias do que as outras?" escrito por Henrique Raposo e publicado na página da internet do semanário Expresso (aqui).


    Nós não contamos que, num jornal tão prestigiado - seja na página oficial ou na edição impressa - haja espaço para comentários tão sexistas e vulgares, prejudiciais para as nossas relações mútuas e a cultura de vínculos cotidianos entre a Polónia e Portugal. Associamos sempre o Expresso a jornalismo de excelência, com temas importantes e atuais e comentários perspicazes sobre a vida pública - resumindo, com o que de melhor se faz na imprensa portuguesa.


    As relações entre a Embaixada da República da Polónia em Lisboa e o Vosso semanário sempre foram exemplares e muito frutíferas e eu, pessoalmente, com grande satisfação tenha publicado nas Vossas páginas os meus textos, tendo também em conta que, no futuro, o Expresso possa ser nosso grande amigo. Assim, foi com o maior pesar que tomei conhecimento deste texto chocante.


    Recebemos reações de mulheres polacas chocadas que se sentiram profundamente ofendidas por esta publicação sexista. E o Sr. Raposo não só ofende as mulheres polacas, inglesas ou brasileiras, mas também as portuguesas, cujo valor é avaliado apenas em termos de serem " boas" e "fáceis". O "artigo" de Henrique Raposo reforça o estereótipo de que os homens portugueses são sexistas e machistas, vendo as mulheres apenas como objetos sexuais e avaliando-nas só atraves de valores sexuais. No geral, o comentário é portanto também muito desfavorável para Portugal. E esta publicação torna-se, assim, prejudicial para as relações lusopolacas.


    A nossa Embaixada também recebe por diversas vezes indicações de casos de disseminação do estereótipo negativo dos portugueses na Polónia, mas nós esforçam-nos para garantir que este estereótipo não seja duplicado nos meios de comunicação polacos.


    Esperamos, por isso, que os representantes da gestão do Expresso tomem uma posição quanto a este assunto.
     

    Com os meus cumprimentos,
     

     

     

     

    Bronisław Misztal
    Embaixador da República da Polónia em Portugal

    Print Print Share: